Vice-prefeito de JP é citado em delação de ex-executivo da JBS por ter recebido propina

O vice-prefeito de João Pessoa Manoel Junior (PMDB), mais uma vez, é citado em delação premiada, protocolada pela Procuradoria-Geral da República. Desta vez, o ex-diretor de relações institucionais da JBS, Ricardo Saud, afirmou que teria repassado R$ 100 mil em propina para o peemedebista paraibano, para que este votasse em Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara dos Deputados.

Nove vezes citado em denúncia de Janot

O nome do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB), é citado nove vezes no texto da denúncia do procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o presidente Michel Temer (PMDB).
Confira a denúncia na íntegra clicando aqui.
Janot, apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (14) uma nova denúncia contra o presidente Michel Temer, desta vez pelos crimes de obstrução à Justiça e organização criminosa. O STF somente poderá analisar a denúncia contra Temer se a Câmara autorizar. Em agosto, a Câmara rejeitou a primeira denúncia de Janot contra Temer, por corrupção passiva.
Outras oito pessoas são alvos da mesma denúncia (dois ministros, dois ex-ministros, dois ex-deputados, um empresário e um executivo). De acordo com o procurador, os políticos denunciados (todos do PMDB; veja os nomes mais abaixo) arrecadaram mais de R$ 587 milhões em propina.
O empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F, e o executivo Ricardo Saud, ambos delatores da Operação Lava Jato, estão entre os denunciados, mas somente pelo crime de obstrução de Justiça.
Veja abaixo trechos da denúncias de Janot com citações a Manoel Júnior:










Paraíba JÁ

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CRIME BÁRBARO: Professor de História é assassinado com 31 facadas em Pedras de Fogo-PB (FOTOS/VÍDEO)

Corpo carbonizado é encontrado dentro de Canavial em Itambé PE

ABUSAVA SOBRINHAS: Polícia Civil de Itambé prende estuprador