ITAMBÉ-PE: Irmão cria memorial para lembrar Edvaldo Alves, jovem morto por PM (VÍDEOS)

Um memorial para não esquecer Pretinho

Edvaldo da Silva Alves, jovem morto por PMs, ganhou do irmão um lugar cheio de afeto, lembranças e resistência

José Roberto cumpriu a promessa de fazer um memorial para o irmão. Agora luta para que os PMs responsáveis pela morte do jovem sejam presos e condenados. Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

É uma casa muito pequena. Verde e branco na fachada. Rua simples de uma periferia no interior. Mas nela cabe um mundo de afetos. Canto feito de resistência, coragem, e, pode-se dizer, devoção. O número 17 da Rua Júlio Vieira César, no bairro Jardim Bela Vista, em Itambé, na Mata Norte do Estado, abriga uma história que não pode ser esquecida. O lugar existe para isso. Para manter viva a indignação diante de uma tragédia. Mas também para eternizar a alegria de um jovem de vida breve, brutalmente interrompida por uma bala de borracha disparada pelas mãos de um policial militar.


A guitarra pendurada na parede, logo na entrada, diz muito sobre quem era Edvaldo da Silva Alves. A música era a vida dele. Onde chegava já começava a tocar. “Ele era a animação em pessoa”, resumem, em coro, os amigos. Não à toa todas as selfies emolduradas carregam o sorriso largo do menino-músico. São 175 fotos, a maior parte tirada do celular, sozinho, com os amigos, com as namoradas, feliz da vida. Foi para não deixar essa alegria ser esquecida que José Roberto da Silva Santos fez uma promessa. Criar um memorial para o irmão, para que todos saibam quem foi Pretinho, como o rapaz era conhecido entre os seus.



JC Online

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CRIME BÁRBARO: Professor de História é assassinado com 31 facadas em Pedras de Fogo-PB (FOTOS/VÍDEO)

Corpo carbonizado é encontrado dentro de Canavial em Itambé PE

ABUSAVA SOBRINHAS: Polícia Civil de Itambé prende estuprador