Justiça condena Prefeitura de Itambé-PE a pagar verbas salariais a professora que trabalhou na gestão de Bruno Ribeiro


Ao término da gestão Bruno Ribeiro, algumas professoras contratadas, foram a justiça em busca de receber as verbas salariais referentes ao décimo terceiro salário referente a 2013/2016, as férias constitucionais e o terço do mesmo período, e em alguns casos o mês de dezembro de 2016 trabalhado e não pago pelo ex Gestor Bruno Ribeiro.

As professoras então, procuraram o advogado Everton Pontes, para entrar com Ação de Cobrança, para terem seus direitos reconhecidos e pagos. Após um ano do início do processo, saiu a primeira das muitas sentenças, que condenou a prefeitura de Itambé-PE, a pagar as verbas salariais sonegadas que não foram pagas as professoras.



Sem dúvidas, é uma vitória da classe educacional, onde os Prefeitos não reconhecem a importância da educação e do profissional que dela faz parte.

A sentença favorável à professora, foi proferida pelo juiz de 1º grau Dr. Ícaro Nobre Fonseca, e é passível de recurso perante o Tribunal de Justiça de Pernambuco.

As professoras receberam a notícia da primeira sentença por seu Advogado Dr. Everton Pontes. As mesmas estão esperançosas que, todas as sentenças também sejam favoráveis em sua totalidade. Segue a sentença na íntegra.






Por: Dr. Everton Manoel Pontes do Nascimento (ADVOGADO)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CRIME BÁRBARO: Professor de História é assassinado com 31 facadas em Pedras de Fogo-PB (FOTOS/VÍDEO)

Corpo carbonizado é encontrado dentro de Canavial em Itambé PE

ABUSAVA SOBRINHAS: Polícia Civil de Itambé prende estuprador