ITAMBÉ-PE: Menina Especial precisa de nova cadeira de rodas, mas não tem condições de comprar(FOTOS/VÍDEO)


Na Rua São Sebastião, nº 221, em Itambé, Zona da Mata Norte de Pernambuco, não tem como não conhecer MARIA DE FÁTIMA DA CONCEIÇÃO SILVA MOURA, mais conhecida como “Fatinha Moura” e não se apaixonar pela sua alegria, carisma e vontade de viver. Uma menina encantadora que está vivendo um drama: Precisa de uma nova cadeira de rodas, mas não tem condições de comprar uma.

Fatinha Moura nasceu no dia 29/10/2008, de parto prematuro aos 6 meses de gestação, onde na falta de oxigênio no cérebro, durante o seu nascimento, resultou em paralisia, deixando a menina necessitando de cuidados especiais.

Fatinha Moura é neta da senhora TÂNIA MARIA DA CONCEIÇÃO, que a cria como se fosse sua filha, desde que nasceu, tendo inclusive a Guarda da criança, porque a mãe não quis dar os cuidados necessários.

Fatinha Moura estuda na Escola Epitácio Pessoa, na cidade vizinha de Pedras de Fogo-PB, Litoral Sul da Paraíba. Todos que a conhece, a descreve como uma criança alegre e extrovertida, onde a felicidade está constantemente em seu rosto, por mais dificuldades que enfrente. Hoje, a menina está com 9 anos de idade e depende de sua cadeira de rodas para tudo.

A cadeira que ela possui não está mais servindo, porque a criança cresceu e se desenvolveu, fazendo com que a cadeira ficasse pequena e imprópria para o seu caso. A cadeira se encontra enferrujada, apertada, e não oferece mais condições para a criança sair ou até mesmo ir à escola nela. Já está afetando muito na sua saúde!


Fatinha Moura toma 3 tipos de medicações controlada, 3 vezes ao dia, junto com nebulização que também são 3 vezes ao dia. Usa fraldas descartáveis o dia todo, que são trocadas constantemente, porque a criança não sabe fazer suas necessidades sozinha. Sua avó, que é Mãe com “M” maiúsculo, faz de tudo para que não lhe falte nada.

Tânia não para um instante, luta o tempo todo para conseguir dar o conforto que a menina merece. Quando se trata de levar a criança à escola, fica complicadíssimo da mesma ir de cadeira de rodas, por causa das condições de sua cadeira e por medo da menina se acidentar. Então, a mãe paga diariamente aqueles veículos Tuk-tuk para leva-la, juntamente com a cadeira, para que ela possa se locomover na escola.

Fatinha consome por mês 16 latas de leite Supra Soy sem lactose, sendo que 10 latas, a Prefeitura de Itambé fornece e as outras 6, Tânia tem que se desdobrar para comprar com o pouco que ganha.

A cadeira que Fatinha Moura necessita é especial, com adaptação para paraplégico, e é vendida na Medical, empresa especializada para casos como esse de Fatinha Moura, na capital pernambucana, mas o valor é muito alto, chegando em torno de 12 a 14 mil reais, distante do orçamento que Tânia vive com sua filha.

Agora, analisem a situação da Tânia: ela paga 400 reais de aluguel, 100 reais de energia, fora todas as situações descritas anteriormente e, mesmo com o benefício que a criança recebe, mal dá para custear suas necessidades, que é controlada minuciosamente para que nada lhe falte.

Tânia trabalha como manicure, de onde tira seu sustento e o que consegue repassa tudo para sua filha, para que não falte as coisas, para não a ver sofrer, mas está difícil a cada dia que passa. Pois, a cadeira que a menina tem já está terrivelmente desconfortável, lhe apertando muito e causando dores nas costas.

Tânia não para um segundo, luta como pode, mas está lhe faltando forças e precisa de ajuda. Ela já até distribuiu pelo comércio local, caixinhas explicando a situação de sua filha e pedindo a ajuda das pessoas, para que ela possa comprar a devida cadeira, mas o que foi arrecadado recentemente não chegou a 400 reais. Este valor está depositado em sua conta para que no futuro possa comprar a cadeira, mas a caminhada é muito longa e árdua sozinha. Principalmente, que a cada dia que passa, fica mais grave a situação da criança.





Sendo assim, Tânia pede a ajuda de todos, o valor que puderem doar será bem-vindo, para que ela possa dar esse conforto a sua filha. Quem puder ajudar, pode fazer um depósito em sua conta. Segue a baixo, os dados bancários para quem puder ajudar nessa causa tão especial:

BANCO BRADESCO
Agencia: 0218-6
C/C: 0583555-0
Contato: (81) 99422-2884


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CRIME BÁRBARO: Professor de História é assassinado com 31 facadas em Pedras de Fogo-PB (FOTOS/VÍDEO)

Corpo carbonizado é encontrado dentro de Canavial em Itambé PE

Homem é morto e outro fica ferido em Itambé