Maçonaria pede providências a Paulo Câmara e ao Ministério Público contra aumento da violência e assédio moral e condições subumanas praticados por superiores contra policiais militares em Goiana-PE


Um Requerimento acompanhado de seis mil assinaturas que incluem representantes dos mais diversos seguimentos das sociedade, inclusive da Igreja Católica, foi protocolado ao Governador de Pernambuco, Paulo Câmara e ao Procurador Geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, pela Loja Maçônica Simbólica Areópago de Itambé nº 17 (Leia a íntegra do Requerimento em ABAIXO ASSINADO MAÇONARIA PEDINDO PROVIDENCIA CONTRA VIOLÊNCIA E ASSEDIO CONTRA PM POR SUPERIORES, solicitando melhorias para a Segurança Pública para aquele Município ao mesmo tempo em que destaca sua preocupação com o aumento da violência, notadamente em Itambé, onde “a sociedade local está muito assustada porque diariamente vem sendo vilipendiada em sua paz e tranquilidade, sendo assolado pelo pelo elevadíssimo índice de criminalidade.”

Em seu pedido de providências contra a violência que assola Pernambuco, em especial a cidade de Itambé, a Augusta e Respeitável Loja Simbólica Maçônica Areópago de Itambé nº 17 ainda destaca que o seu cotidiano outrora pecado, agora é povoado por “homicídios, arrastões, furtos, agressões físicas, ameaças, toda sorte de violência, levando a sociedade a um clima de tamanha tensão que já provocou manifestações populares, inclusive com uma delas em nossa cidade terminando em trauma maior, devido a morte de um manifestante por força policial militar.”


A Maçonaria, representada pela Augusta e Respeitável Loja Simbólica Maçônica Areópago de Itambé nº 17, ainda cita que recebeu informes dando conta sobre “situação de descaso, abandono e dificuldades de gerenciamento que tomam conta na atualidade da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar – CIPM – no Município de Goiana, responsável pelo patrulhamento da cidade de Itambé. Os informes apontam que a situação interna entre o comando e os comandados da mencionada subunidade policial militar é de profunda insatisfação, com queixas de humilhações, agressões e assédio morais e desrespeito praticados por superiores contra subordinados, onde são obrigados a fazer trabalhos sem pagamento de diárias, são perseguidos e punidos com frequência sem razões concretas. Além disse, que já é um absurdo, o prédio da 3ª CIPM (Goiana-PE) está em condições sub-humanas.”

Segundo ainda a Loja Maçônica de Itambé, “tal lastimável situação refere negativamente no dever do Estado de proteger a sociedade com seus mecanismos de Segurança Pública e termina até por potencializar a insegurança na medida em que o policial militar já sai de sua instituição com o nível de stress muito elevado.” (SAIBA MAIS DETALHES EM VÍDEO DO ALOJAMENTO DOS POLICIAIS MILITARES EM GOIANA/PE DENUNCIA CONDIÇÕES SUBUMANAS NA PM, ENQUANTO PAULO CÂMARA GASTA MILHÕES COM MOTOS DA “GRIFE” BMW)







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CRIME BÁRBARO: Professor de História é assassinado com 31 facadas em Pedras de Fogo-PB (FOTOS/VÍDEO)

Corpo carbonizado é encontrado dentro de Canavial em Itambé PE

Homem é morto e outro fica ferido em Itambé