Protestando em Brasília, procurador geral do MPPE garante que reforma de Temer ‘não passa’


O chefe do Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE), Francisco Dirceu Barros, foi a Brasília, na última quinta-feira (1), para protestar contra a reforma da previdência do presidente Temer (MDB).

“Ato contra a reforma da previdência agora. Anotem: essa reforma não passa”, protestou Dirceu Barros, em uma rede social.

Cerca de 800 pessoas, entre membros do Ministério Público e da magistratura, marcaram presença no ato contra a reforma da Previdência e pela valorização das carreiras, realizado na tarde de 1º de fevereiro, em Brasília (DF).

O presidente da AMPPE (associação de promotores), Roberto Brayner, e membros do MPPE também compuseram a comitiva pernambucana que compareceu para endossar o coro da manifestação.

Antes do ato, representantes da Frentas entregaram à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Cármen Lúcia, documento contendo reivindicações das instituições, constando mais de 18 mil assinaturas.

Em seguida, os manifestantes se dirigiram ao auditório Nereu Ramos para a realização formal do ato.

Fora o auditório, os promotores e magistrados também ocuparam mais dois plenários.

O objetivo principal da mobilização, convocada pela Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas), seria alertar a comunidade jurídica e parlamentares sobre as investidas legislativas que visam o enfraquecimento do Ministério Público e do Judiciário, em especial, os riscos da proposta de reforma da Previdência para os trabalhadores, apresentada pelo governo Temer, a ser votada pela Câmara dos Deputados ainda em fevereiro.


Blog de Jamildo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CRIME BÁRBARO: Professor de História é assassinado com 31 facadas em Pedras de Fogo-PB (FOTOS/VÍDEO)

Corpo carbonizado é encontrado dentro de Canavial em Itambé PE

Homem é morto e outro fica ferido em Itambé