Cantora Márcia Rodrigues concede entrevista ao Portal PBPE

A cantora Márcia Rodrigues, da Banda Ousadia, cedeu uma entrevista reveladora, ao PBPE, onde fala sobre vida pessoal e carreira. Confira a história dessa grande batalhadora, que tem surpreendido e emocionado muitas pessoas, com seu talento e persistência.


HISTÓRIA 

MÁRCIA RODRIGUES DA SILVA, nasceu em São Paulo, capital. Aos 5 anos de idade, seu pai costumava leva-la à uma igreja evangélica, para participar do culto, quando desde cedo, perceberam o talento que a mesma tinha ao soltar a voz.

Aos 12, Márcia Rodrigues veio morar com sua família em Itambé, cidade da Zona da Mata Norte de Pernambuco. Quando tinha 16 anos, se casou e foi morar no o Rio de Janeiro. Já no Rio, começou a investir na carreira artística, em projetos populares, mas com 23 anos, voltou a cantar música gospel na igreja, voz e violão.

Em 2013, retornou a Itambé e começou a despontar sua carreira, quando recebeu pela primeira vez uma oportunidade da Prefeitura, para participar de um grande evento cultural. A Secretaria de Cultura observou o grande talento que havia em Márcia e a colocou na programação, onde a mesma fez voz e violão e foi muito aplaudida.



Após a boa repercussão do evento cultural, Márcia Rodrigues começou a cantar na banda Forró do Arco, com Orlando Lima. Márcia e Orlando Silva realizaram diversos shows, em várias cidades durante um ano. Em seguida, Chico Silva, da Banda Xaveco, convidou Márcia para fazer parte do elenco, parceria que se encerrou após dois anos. 

Depois da saída da Banda Xaveco, Márcia Rodrigues se viu sem oportunidades, como artista, na própria cidade que lhe acolheu, e foi obrigada a parar temporariamente da carreira artística, tendo que trabalhar no comércio da cidade para poder trabalhar e se sustentar. Conseguiu emprego na loja Ousada Lingerie, de onde surgiu o nome da banda. Desde então tirou forças e a ideia de criar sua própria banda, a Banda Ousadia. Márcia convidou Berg Tavares, um dos melhores guitarristas da região e formaram a banda.


No início, Márcia e Berg precisavam pegar instrumentos emprestados de outras bandas, para poderem trabalhar, e realizavam shows em Goiana, Alhandra, Caaporã, entre outras cidades. Todo dinheiro arrecadado com os shows, era investido na compra de instrumentos para estruturar a própria banda, ainda em formação. Além disso, parte do valor arrecadado também custeava o aluguel de Márcia, músicos e alimentação.

Nesses shows, com muito esforço e dedicação, a banda conseguiu comprar alguns instrumentos, como violão, teclado e microfones. A guitarra, já tinha.

A Banda Ousadia passou um ano tocando MPB, ao vivo, numa choperia da cidade, e realizando festas particulares, nas duas cidades-irmãs (Itambé e Pedras de Fogo). Em 2015, a banda se apresentou no Forró Fogo, festa tradicional da cidade de Pedras de Fogo, e ainda tocou em várias festas de Cláudio Queiroz, um ex-vereador da mesma cidade que os ajudou muito, além de festas organizadas por Genésio, do hospital, que também sempre chamava a banda para tocar.


Ultimamente, a Banda Ousadia tem tido poucas oportunidades, as vezes se apresentam em algumas festas de casamento, aniversários e particulares que os convidam. 

Por falta de convites para trabalhar, a Banda Ousadia passa por muitas dificuldades, pois não tem tido clientes nem em Itambé e Pedras de Fogo. Às vezes, cidades da região, convidam a banda para trabalhar, mas perdem de ir, por falta de recursos mínimos para deslocamento. Há quase dois anos a banda não é chamada para mostrar seu trabalho, aqui nas cidades gêmeas, não recebem apoio algum.

Mesmo com todas as dificuldades, a Banda Ousadia conseguiu adquirir seus próprios instrumentos. Quem já ouviu a banda tocar, sabe que a mesma tem talento e carisma, e se surpreende com a voz encantadora da vocalista MÁRCIA RODRIGUES.


Há dois anos, as cidades Itambé e Pedras de Fogo realizam festividades, como: Carnaval, São João, Festas de Fim de Ano, etc., e a Banda Ousadia um talento da terra é esquecida, passa despercebida. E o que mais decepciona a banda, é saber que no São João deste ano, vários artistas da terra foram chamados para participar das festividades juninas, e a banda Ousadia ficou de fora mais uma vez, das duas cidades. 

A Banda Ousadia toca todos os tipos de ritmos: MPB, forró, brega, pop, rock, voz e violão, e já tem 1 CD gravado, e o seu segundo CD está em andamento, mas por falta de condições, ainda não tiveram como terminar o projeto.





Para quem quiser contratar a Banda Ousadia: 

Contatos para shows: (81) 99475-3017 (falar com Márcia Rodrigues) 

Empresária: Márcia Rodrigues

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CRIME BÁRBARO: Professor de História é assassinado com 31 facadas em Pedras de Fogo-PB (FOTOS/VÍDEO)

Corpo carbonizado é encontrado dentro de Canavial em Itambé PE

Homem é morto e outro fica ferido em Itambé